Faça um milagre, Deus!

“Thiago Zambelli, você acha que eu devo orar a Deus por um milagre, para que Deus cure o meu filho?”

Fátima,* com certeza sim! Permita-me nos apresentar como um exemplo de casal que orou para que Deus fizesse um milagre na vida de nossa filha. Antes mesmo que eu e a minha esposa soubéssemos que Nina tinha a síndrome de Patau, já orávamos para que Deus fizesse um milagre na vida dela: curasse seu quadro de fenda palatal e lábio leporino.

Porém, Fátima, como já deve saber sobre a nossa história, o milagre de Deus não aconteceu como nós esperávamos. De fato, ele aconteceu exatamente como Deus queria que acontecesse. Como assim?

Fátima, você conhece o Evangelho segundo João? Ele é o quarto livro do Novo Testamento. Nele encontramos Jesus fazendo diversos milagres [sinais], tais como transformar água em vinho (2.1-11), multiplicar os pães e os peixes para alimentar uma multidão de pessoas (6.1-15), curar um homem cego (9.1-41) e trazer Lázaro de volta à vida (11.1-44).

João, quando escreveu o que podemos considerar uma biografia de Jesus Cristo, também explicitou a razão pela qual ele escreveu:

Jesus realizou na presença dos seus discípulos muitos outros sinais miraculosos, que não estão registrados neste livro. Mas estes foram escritos para que vocês creiam que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus e, crendo, tenham vida em seu nome (Jo 20.30-31 NVI).

Fátima, consegue ver o propósito nas palavras do autor? Os milagres foram registrados para que as pessoas reconhecessem que Jesus era o Messias [Cristo] prometido. Nas palavras de João Batista, Ele era “o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (Jo 1.29). Cada milagre que Jesus fazia era uma prova de Sua identidade: “A Palavra [Jesus] tornou-se carne e viveu entre nós” (Jo 1.14). “No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus” (Jo 1.1).

Fátima, minha filha não ficou curada dos seus problemas físicos e congênitos – não como nós esperávamos que ela ficasse. Ainda assim, eu notei claramente como ela foi instrumento de Deus para que algumas (ou muitas) pessoas vislumbrassem o poder e a graça de Jesus Cristo. Em razão da nossa história, fiquei sabendo de pessoas que tiveram seus casamentos restaurados; tiveram a fé renovada; tiveram a certeza que Deus ama, perdoa e resgata. Ainda mais claro foi a quantidade de pessoas que entenderam que em Jesus Cristo nós temos acesso a um consolo divino, incompreensível aos olhos e ouvidos deste mundo.

Enfim, Deus não respondeu ao meu pedido como eu queria. Ele respondeu com muito mais graça! Em primeiro lugar, porque Ele usou a minha filha como testemunha do Seu amor e consolo. Por meio dela, pessoas vieram a considerar Jesus como o caminho, a verdade e a vida (Jo 14.6). Pessoas foram expostas à história que transforma homens e mulheres em novas criaturas. Em segundo, porque ainda que a Nina não tivesse sido curada como eu queria, ela, agora na presença de Deus, encontra-se totalmente curada e sem o maior problema que todos nós aqui enfrentamos: o pecado.

Fátima, a história deste mundo não gira em torna do que eu quero ou do que eu sou. Tampouco do que você quer ou do que você é. A questão não é a nossa felicidade, mas a nossa santidade! A História que vivemos está nas mãos deste amoroso e soberano Deus e o nosso papel é reconhecer nossa dependência dEle e louvá-lO com alegria. Afinal de contas, Jesus morreu para que vivêssemos!

Milagres como nós pensamos podem curar cegos, coxos e crianças com síndrome de Patau; podem dar qualidade de vida. Os milagres que Deus executa convidam pessoas a desfrutarem da vida eterna!

Ore por milagres, Fátima, sempre!

* Fátima é um pseudônimo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s